INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA: EFEITOS SOBRE A QUALIDADE FÍSICA DE UM PLANOSOL NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

Autores/as

Resumen

Os solos do semiárido brasileiro estão sob um constante processo de degradação e estratégias sustentáveis de produção agropecuária devem ser adotadas de forma a amenizar este problema. Sendo assim o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade física do solo aos quatro anos após a implantação de sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta no semiárido brasileiro. O experimento foi instalado na cidade de Alagoinha, PB, em um Planossolo Háplico de textura franco-arenosa. Foram avaliados cinco sistemas de integração em delineamento de blocos ao acaso (DBC) com quatro repetições: i) Gliricídia (Gliricidia sepium) + Br. decumbens BG; ii) Sabiá (Mimosa caesalpiniifolia) + Br. decumbens BD; ii) Ipê roxo (Tabebuia impetiginosa) + Br. decumbens BI; iv) LA- Milho (Zea mays) + Br. decumbens LA; v) Brachiaria decumbens BD. Os dados submetidos a análise de variância e teste de Tukey (P<0,05) demonstraram que aos quatro anos após a instalação, os sistemas de integração Lavoura-Pecuária-Floresta não promoveram mudanças significativas nas propriedades físico-hídricas do solo, contudo a maioria dos atributos apresentou valores médios satisfatórios.

Biografía del autor/a

Pedro Luan Ferreira da Silva, Universidade Estadual de Maringá

Engenheiro Agrônomo, Mestrando no programa de pós-graduação em Agronomia, Universidade Estadual de Maringá, Maringá, PR, Brasil.

Flávio Pereira de Oliveira, Universidade Federal da Paraíba

Engenheiro Agrônomo, Dr. em ciência do solo. Professor Associado da Universidade Federal da Paraíba.

Andre Julio do Amaral, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Engenheiro Agrônomo, Dr. em Ciência do Solo. Pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Unidade solos de Recife, PE.

Adriana Ferreira Martins, Universidade Federal da Paraíba

Bióloga, Dra. em Ciência do Solo. Pós-doutora no programa de pós-graduação em Ciência do Solo, Universidade Federal da Paraíba

Walter Esfrain Pereira, Universidade Federal da Paraíba

Engenheiro Agrônomo, Dr. em Fitotecnia. Professor Titular da Universidade Federal da Paraíba.

Danillo Dutra Tavares, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Engenheiro Agrônomo, mestre em ciência do solo. Doutorando em Ciência do Solo na Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Camila Costa da Nóbrega, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba

Engenheira Florestal, mestre em Ciência Florestal e Doutora em Ciência do Solo. Professora no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba.

Descargas

Publicado

2022-01-17

Número

Sección

Manejo y Conservación de Suelos y Aguas. Riego y Drenaje